Etapa de Cambará do Sul do Rally 4×4

No dia 31 de outubro de 2015, pilotos e navegadores se reuniram em Cambará do Sul para a última etapa do Campeonato Gaúcho de Rally 4×4.  Apesar de festivo, clima tenso, a disputa pelo título ainda estava em aberto, nos graduados 4 competiam pelo título de melhor do ano, no turismo, duas duplas. Isso explicava o inédito, pelo menos para nós, maior número de competidores na graduados que na turismo.

Da nossa parte tudo certo, só entrar na prova e filmar, porém, uma porteira fechada nos impediu de chegar ao ponto que prometia ser lindo, uma travessia de rio. Fazer o quê?

Fomos conduzidos para outro ponto, onde na prática era onde a prova começava… Ruim porque pegaríamos os veículos ainda em velocidade muito baixa e sem nenhum obstáculo ou dificuldade, o lado positivo é que os vôos do drone poderiam ser melhor planejados e executados, já que ali o espaço era amplo.

O segundo ponto foi a travessia de um pequeno riacho. Nosso primeiro grande susto, o drone se descontrolou e colidiu com a copa de uma árvore. Um dos competidores tinha tido uma pane elétrica e estava fazendo uma ponte de bateria por onde o drone passava, num voo mais baixo acreditamos que o campo magnético gerado pelos dois alternadores gerou a perda de controle. Já havia acontecido outra vez enquanto filmávamos nosso próprio carro, mas num voo mais baixo.

Mas não era o dia do Alexander mesmo (Alexander é o nome de nosso drone), no próximo ponto sofreria outra queda, sem explicação e por fim, deixaria de funcionar… Não era o dia dele, muito embora antes de parar, tenha realizado algumas boas tomadas.

Aos interessados, produzimos um DVD com a coletânea de nossas coberturas 2015 em rally.

[srizonfbalbum id=1]

 

André

Publicitário, dedicou-se a produção audiovisual. Cinegrafista, editor e fotógrafo, encontrou no timelapse sua arte.
Vive o paradoxo de ser aficionado por tecnologia e lugares isolados.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: